Jogos que eu Ouvi no Rádio: Fluminense 1 x 0 Arsenal 2012

(Veja aqui alguns lances do jogo)

Devido a uma disputa entre as operadoras de televisão com relação aos jogos da Libertadores, Fluminense x Arsenal foi mais um dos jogos em que tive o prazer de ouvir o jogo pelo rádio (sem ironias). Parece brincadeira, mas ouvir o jogo no rádio é mais angustiante do que assistir o jogo no estádio. Mais emocionante. Pelo início do jogo parecia mais uma goleada eminente, como outrora o Fluminense havia aplicado no mesmo time em 2008, quando venceu por 6 a 0, mas só parecia mesmo. O que ouvi foi um time confuso taticamente, que não sabia administrar a posse de bola mesmo vencendo e alguns jogadores abaixo da média, com destaque negativo para o emprestado Rafael Sóbis, que precisará impressionar muito se quiser que o Fluminense o contrate em definitivo, Wagner, que até o momento não justificou os tantos milhões de reais pagos para o seu retorno ao Brasil e Leandro Euzébio, que mostra a cada jogo que não pode ser titular na zaga do tricolor carioca. Desarmado taticamente e um susto atrás do outro, assim foi o time dos 15 minutos do 1º tempo até o final dos 45 minutos iniciais.

Esperava mudanças, pois o jogo não estava bom para o Fluminense, que era dominado por um time argentino de poucas tradições, e o técnico Abel Braga não havia feito mudanças iniciais, torcia por uma mudança de atitude do time, o que acabou não acontecendo, e sendo dominado os outros 45 minutos também pelo time de Sarandí, com destaques negativos para Wagner e Leandro Euzébio, ambos expulsos por agredirem adversários. E foi assim até o final do jogo, o Arsenal com seu “Arshavin”, ou melhor Luciano Leguizamón, que comandava as bolas aéreas do time e o Fluminense se defendendo, mesmo com as limitações de seu esquema defensivo, o time das Laranjeiras conseguiu segurar o resultado e garantir os 3 pontos.

É um bom resultado? Claro que é. Mas para um time que gastou quase 35 milhões de reais em contratações, que tem uma folha salarial passando dos 5 milhões de reais mensais, não é suficiente, é preciso entender que esse time não pode ser igual aos outros, porque ele não é, é um time extremamente técnico e precisa usar essa técnica a seu favor, um jogador da categoria do Wagner não pode sair distribuindo pontapés, ele precisa acertar pontapés no gol, chutaços, cobranças de faltas e um jogador do nível de Leandro Euzébio, volto a dizer, é inadimissível que seja titular em um time como o Fluminense, que almeja ser campeão da Libertadores 2012.

Anúncios

0 Responses to “Jogos que eu Ouvi no Rádio: Fluminense 1 x 0 Arsenal 2012”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Perfil

RAFAEL NL FREITAS escreve livremente há 7 anos.
É servo do Estado e réu do Liberalismo.
É jornalista e é leitor.
É cidadão deliberativo e blackbloc.

É o autor de “Aspectos Legais da REDESIM e sua Aplicabilidade no Estado do Rio de Janeiro“ e da obra ‘‘Panorama da nova Administração Pública: ADTEN, REDESIM e Plano Maior’’.

fevereiro 2012
S T Q Q S S D
« ago   maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829  

Hospedagem Gratuita

Web Hosting

My Del.icio.us

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 2 outros seguidores


%d blogueiros gostam disto: