Posts Tagged 'Isso SIM!'

Softwares Livres na Administração Pública Gerencial

Brasil1

Software livre é aquele programa que pode ter seu código de origem alterado por qualquer usuário com capacidade técnica para fazê-lo e não exige licença para que seja feita seu compartilhamento. O dever-ser industrial é de oferecer produtos de qualidade com o menor custo possível, a iminência de softwares pagos é devida a não-abrangência dos programas livres diante das demandas dos usuários, tais como usabilidade, praticidade, compatibilidade e recursos de inovação.

Anteriormente, programas gratuitos eram sinônimos de produtos de má qualidade, de difícil acesso e de uso complexo, enquanto os pagos buscaram a todo tempo a preocupação com o usuário realizando testes de interatividade dos próprios usuários comuns com versões-teste de seus novos programas e de suas atualizações.

Na atualidade, vemos programas gratuitos que geram lucros para os produtores, com assistência técnica do serviço e atualização de software e incentivam o desenvolvimento de tecnologia no país, sendo equiparados com os programas pagos nos quesitos citados no fim do primeiro parágrafo, com constantes atualizações de software, muitas vezes realizadas pelos próprios usuários, a capacidade de atender diferentes usuários, para diversos tipos de usos (como Calc, Draw, Text, Geogebra), o que vai de encontro com os princípios da democracia, principalmente o de liberdade de expressão. Além disso, softwares livres, devido a sua mudança constante e não sistemática de código, são mais seguros contra invasões de hackers.

Porém, os softwares de serviço gratuito ainda carecem de maior divulgação por parte não só dos produtores, mas do governo, como status de maior usuário, além de necessitarem de melhorias na usabilidade já presentes em versões mais antigas de softwares pagos e de aumento na estabilidade, uma vez que muitos deles ainda são extremamente instáveis em seu manuseio.

Fica a questão: é possível utilizar softwares livres em casa e no ambiente de trabalho sem perder eficiência e qualidade?

3 vídeos que você não encontra no Youtube

cadeado-aberto

Well, o Vimeo não é conhecido como o Youtube, mas ao contrário deste, não protege irrefutavelmente os direitos autorais das gravadoras  sob as músicas. Em face disto, trago a Vossas Excelências 3 vídeos que você vê no Vimeo, mas não vê no Youtube.

New Project 2 – Mac and PC from Rafael Cores Freitas on Vimeo.

New Project 1 – Mac and PC from Rafael Cores Freitas on Vimeo.

The Kooks – Do You Love Me Still? from Rafael Cores Freitas on Vimeo.

Meus Medos

Medo é a própria inquietação ante a perigo real. Dizem que é coisa de criança, mas adultos também tem medo. Políticos têm medo de perderem seus cargos. Jogadores temem o dia de sua aposentadoria. Outros temem aracnídeos. A sensação do medo pode ser boa, quando controlado, ou ruim, quando transformada em pavor, que é a total aversão ao objeto de medo.

Conhecer o seu medo requer certo autoconhecimento. Conheci os meus ao longo dos anos e os admiti recentemente, através dos estudos básicos da Psicologia, que prevê a origem do medo na infância, época a qual absorvemos as partes constituintes de nosso caráter, através do convívio social, e este mesmo é o responsável pelo medo. Encaro o mar de peito aberto, durmo com as luzes apagadas, limpo a casa. Estou sujeito aos meus medos, posso entrar em pânico, mas os encaro, uma vez que o ideal é mantê-los no controle, saber controlar os seus medos é uma virtude já citada por Maquiável em sua Bíblia, qualidade une de poucos Homens.

Tenho medo de coisas sobrenaturais, de animais venenosos, perda de entes, dos fenômenos da Natureza e do pior de todos, do ser humano. Não fui capaz ainda de acabar com os medos, mas estou os diminuindo entrando em contato direto.

O medo na infância por exemplo, fez com que muitas crianças estadunidenses dos anos 80 e 90 tivessem total aversão a pisar sequer na Europa Oriental, pelo temor comunista. Este mesmo medo que assombra e violenta os legisladoers brasileiros, que ainda vivem os anos 80, menos patriarcais e extremamente conservadores, tem total aversão ao novo, a inovação.

Rio+20: Será que vai?

Passaram-se 20 anos desde o ECO 92, e eu que escutei as palestras da época e cá estou eu todos os dias na Youth Blast, posso afirmar que os problemas apontados sao os mesmos. Nada mudou, o panorama é o mesmo, mas com as consequências da industrialização acelerada mais que a capacidade de regeneração da Natureza, talvez decisões importantes sejam tomadas, talvez não. Nao podemos esquecer que em 92 tambem houveram promessas e de lá para cá, o mercado passou a olhar o Meio-Ambiente com “mais carinho” e demonstra preocupação com ele, isto a partir do seculo XXI. Estamos em um jogo em que nós somos as peças e os ricos são os jogadores. Precisamo mudar isso. Chega de palavras empolgantes, vamos agir.

O encontro internacional Rio+20 ainda nem começou e ca estou eu falando sobre ele, com otimismos ganhos nas palestras e discussos da Youth Blast, conferencia pre Rio Mais 2O voltada para o público jovem, alem disso, os boatos que rondam da criacao de uma organização fiscalizadora do Meio Ambiente, uma espécie de ONU, que defende os direitos humanos e porcamente os direitos do Meio-Ambiente, este novo órgão defenderá os direitos da natureza, e correm solto que haverá uma emenda, ou uma criação de um código especifico, para o meio ambiente, são sem dúvidas ações eficazes e no minimo, animadoras.

Concluindo, mesmo que estas medidas sejam tomadas, acredito que o Brasil, nao se beneficiará tanto quanto outros países, pois como eu falei durante a entrevista ao Canal Futura, a corrupção política não permite que sigamos adiante, ela retarda a economia, a sociedade, e principalmente o Meio-Ambiente. Nosso dever é combatê-la com conscientização.

Rafael Freitas

http://www.rfdesign.com.br

Boas para o Final de Semana


Semana se vai, e final de semana que chega. O que você gosta de fazer no final de semana? Passear no parque? Ir ao shopping? Ficar na web? Ver o futebol na TV? Acredito que de tudo isso um pouco. O final de semana é para ser aproveitado como descanso da dura semana, é um período para se colocar as coisas no lugar. Há quem prefira sair mais, e se aventurar nas baladas afora do Rio de Janeiro, e este post hoje é para esses, que como eu, adoram uma balada e se divertir com os amigos.

Continue lendo ‘Boas para o Final de Semana’

Minha Musica da Semana: Arctic Monkeys – Cornerstone

Ouvida algumas vezes a mais pelos meus ouvidos esta semana, Cornerstone dos Arctic Monkeys é um classico do rock underground (dito grunge). Sem falar que o clipe é também muito divertido, dirigido por Chris-Håvard Berge e Kristoffer Eidsne.

É Tempo de Vencer

É, a última vez que escrevi aqui o Fluminense era um desastre, o mundo era um desastre, para os tricolores é claro.  Pegarei um trecho de A Triste Realidade: “[…] breve final: o tricolor termina o Brasileiro entre o décimo e o décimo sexto; sem títulos”. Se o ano passado tivesse sido assim, talvez evitasse tantas subidas de pressão e talvez o Fluminense não estivesse tão embalado como agora.

Com a chegada de Muricy Ramalho, principalmente, e com a chegada de reforços para setores carentes, quem lembra do Julio Cesar na lateral-esquerda sabe do que estou falando , o Flu mudou de vez, e pra melhor.

Embalou uma sequencia de vitórias no Brasileirão e é o 3º colocado na competição, atrás apenas do novo Ceará, que com saída de PC Gusmão não deverá continuar a brigar pelo título e o Corinthians, cada vez mais desmontado, a sorte deles foi ter mantido Elias, Jucilei e Jorge Henrique, peças-chave e curingas no esquema de Mano Menezes.

Agora é a hora de vencer, estamos há 26 anos sem o título nacional, não dá pra esperar mais, já é hora, a torcida está merecendo e especialmente estes jogadores estão merecendo, tão especiais, tão pressionados no ano passado, não teria presente melhor que ver o tricolor mais lindo do mundo campeão brasileiro e dispuntando com um tim competitivo a Libertadores 2011.

Guarda-se um cubo na história do futebol, o mais belo deles, sua grandeza não permite estar em um cubo, é preciso sair, teu nome é Fluminense Football Club, clube àquele eu sempre vou amar.


Perfil

RAFAEL NL FREITAS escreve livremente há 7 anos.
É servo do Estado e réu do Liberalismo.
É jornalista e é leitor.
É cidadão deliberativo e blackbloc.

É o autor de “Aspectos Legais da REDESIM e sua Aplicabilidade no Estado do Rio de Janeiro“ e da obra ‘‘Panorama da nova Administração Pública: ADTEN, REDESIM e Plano Maior’’.

junho 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Hospedagem Gratuita

Web Hosting

My Del.icio.us

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 2 outros seguidores